Logo

Unidos para salvar vidas!

Um grupo de profissionais percebeu que era preciso criar uma federação para garantir a representação, a integração e o fortalecimento das entidades hospitalares do setor filantrópico de Minas Gerais e assim, em 30 de janeiro de 1986, foi criada a Federação das Santas Casas de Hospitais Filantrópicos de Minas Gerais, sob o comando de Eduardo Levindo Coelho (médico; Secretário de Estado de Governo, da Saúde e Educação de Minas Gerais; e Presidente do Instituto de Previdência dos Servidores do Estado).

No momento de sua criação, a Federassantas traçou suas principais finalidades, sendo a principal delas: “promover a união e a integração das Santas Casas, Hospitais Filantrópicos e Entidades de Filantropia e Beneficência do Estado de Minas Gerais, mantendo entendimentos com os mesmos e obtendo deles informações sobre suas necessidades”.

Seguindo os preceitos do estatuto, a Federassantas oferece aos seus filiados: cursos, seminários, oficinas e eventos; assessoria jurídica e técnica sobre a legislação vigente, que envolve a área da saúde; elaboração de projetos de lei e de emendas; e estudos que ajudam na solução dos graves problemas que envolvem a saúde pública no país.

A Federassantas oferece total apoio para garantir que seus filiados renovem anualmente os certificados exigidos para garantir a filantropia, acompanhando todo o processo para a concessão e renovação do certificado de entidade beneficente de assistência social (CEBAS). Além disso, possui um sistema moderno de informação e gerenciamento de dados

Galeria dos presidentes da Federassantas

Desde a criação, em 1986, seis presidentes estiveram a frente da Federassantas. O primeiro foi Eduardo Levindo Coelho, que teve seu mandato de 1986 a 1993.

Em seguida Eugênio Dutra, de 1993 a 1994.

Depois dele, Saulo Levindo Coelho seguiu como presidente da Federassantas por 17 anos, de 1994 a 2011.

Saulo Lara atuou como presidente de 2011 a 2013, mas sempre esteve envolvido com a Federasssantas desde a criação na década de 1980.

Francisco Figueiredo, atual Secretário Nacional de Atenção à Saúde, foi presidente da Federassantas de 2013 até 2016.

A atual presidente da Federassantas, a advogada especialista em direito da saúde, Kátia Rocha, foi a primeira presidente do sexo feminino a frente da Federação. Antes ela era vice-presidente e já atuava fortemente na área em defesa dos hospitais filantrópicos e da saúde pública brasileira.