Logo

Federassantas notifica Governo Estadual por registro incorreto de repasse para saúde

Valor foi registrado no Portal da Transparência, mas hospitais beneficiários alegam que não receberam o recurso

A Federassantas notificou na data de hoje (07/06) o Governo de Minas Gerais, pelo não pagamento da 3ª parcela do programa Rede Resposta, repasse mensal de suma importância para a manutenção e continuidade dos serviços hospitalares de urgência e emergência. O motivo foi que o valor consta como pago, desde os dias 11 e 12 de maio no Portal da Transparência do Estado, mas, no entanto, ainda não foi creditado na conta das instituições filantrópicas.

Não obstante, os atrasos dos repasses para o setor hospitalar em Minas já atingem o montante aproximado de 1 bilhão de reais, onde pode-se destacar importantes programas tais como Pro-Hosp, Rede Resposta, Pro-Urge, Rede Cegonha e CAGEP.

A Federassantas vem por meio deste comunicado, alertar a sociedade sobre a grave situação que se encontram os hospitais filantrópicos em Minas Gerais, em razão do constante atraso de recursos do Governo Estadual à estas instituições. Os hospitais filiados à Federassantas alegam que a situação está insustentável!

No cumprimento de suas obrigações e em nome de seus filiados, a Federassantas tem realizado, desde o ano de 2016, diversas ações para dialogar com a pasta. No entanto, diante do descumprimento das obrigações do gestor estadual, as medidas não foram suficientes para encontrar as soluções necessárias para a crise do setor filantrópico em Minas.

Confira a íntegra da notificação no anexo abaixo:
Notificação Federassantas 07/06/2018