Gestão Hospitalar: tecnologia digital implica em novos investimentos

Especialista descreve principais mudanças que hospitais terão que realizar frente às novas tecnologias

As organizações de Saúde do País estão passando por uma nova fase da tempestade perfeita do setor. O momento é marcado pela disrupção das tecnologias digitais, que vão mudar o relacionamento entre cliente e instituições e impactar a forma de operação das organizações. Com as novas tecnologias como computação em nuvem, inteligência artificial (IA), internet das coisas (IOT), werables, internet 5G, a gestão hospitalar terá de focar em novos investimentos para não apenas aprimorar a entrega de serviços com qualidade mas, principalmente, atualizar o hospital para atender de forma segura e dentro das normas e legislações que surgiram nos últimos anos.

Conforme Leandro Costa Miranda, médico e gerente de informática médica da consultoria Folks, as tecnologias que vão demandar atenção dos gestores são:

  • Segurança da Informação: “Pois será mais do que necessário garantir que os dados sensíveis do paciente não sejam compartilhados e permanecem apenas para as pessoas corretas como a própria LGPD (Lei Geral de Proteção ao Dados) já vem dizendo. Hoje muitos hospitais fazem isso mantendo redes internas e super seguras com a comunicação externa, entretanto, o 5G será um grande facilitador da nuvem e os conceitos e tecnologias mudam e por isso é importante o hospital se preparar para essa mudança”, avaliou o médico.
  • Tecnologias focadas em big data: “Ou seja, como lidar com a imensidão de informação do ponto de vista de infraestrutura e de sistema. Como escolher a tecnologia correta para guardar e como otimizar o banco de dados para obter a informação correta, na hora certa e para a pessoa certa”, explicou Miranda.

Leia a matéria completa em: http://www.gessaude.com.br/blog/gestao-hospitalar-tecnologia-digital-implica-em-novos-investimentos/

Fonte: GesSaúde