Hospitais filantrópicos realizam campanhas de conscientização do Outubro Rosa

As instituições filantrópicas são as responsáveis pela maior parte dos atendimentos referentes ao câncer de mama. Em Minas Gerais, por exemplo, no período de agosto de 2018 a julho de 2019, os hospitais filantrópicos realizaram 78% dos procedimentos ambulatoriais e 82% das cirurgias referentes a doença. Neste mês, publicamos uma matéria ressaltando a importância e a presença do setor neste cenário.

Para comemorar a data e alertar para a prevenção da doença, vários hospitais filantrópicos de Minas Gerais realizaram ações para os colaboradores das instituições, para os pacientes em tratamento e para o público externo.

 SANTA CASA BH

Neste mês de conscientização sobre o câncer de mama, o Grupo Santa Casa BH (GSCBH) realizou diversas ações visando alertar a população quanto à importância dos exames para o diagnóstico precoce da doença. Além disso, a campanha também busca valorizar a conquista das mulheres que venceram a doença e inspirar as que estão passando pela mesma luta.

A questão da vaidade feminina é um dos pontos que são afetados por quem está em tratamento oncológico. A quimioterapia tende a alterar a textura da pele, causar descamação, entre outros efeitos colaterais. Por conta disso, nos dias 23 e 24, pacientes e acompanhantes participaram de momentos de cuidados estéticos oferecidos por consultoras de uma empresa de cosméticos. O objetivo foi ensinar a minimizar as sequelas da terapia, melhorar a autoestima e possibilitar que elas se mantenham sempre belas!

As funcionárias do GSCBH – que tanto se dedicam às pacientes – também foram lembradas. Os “Dias de Beleza” delas, com maquiagem completa, foram realizados entre os dias 15 e 18 de outubro.

A vida após o diagnóstico do câncer

No dia 31/10, a Santa Casa BH realizará o “Seminário Outubro Rosa: A vida após o diagnóstico do câncer”, com a presença de pacientes e profissionais de equipes multidisciplinares. Na programação do evento serão abordados temas como diagnóstico, sexualidade do paciente, qualidade de vida, cuidados paliativos, além de depoimentos de pacientes, entre outros assuntos. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas em http://bit.ly/vidaaposdiagnostico.

Funcionárias ganharam mamografias

Em 2019 a Santa Casa BH completou 120 anos (21 de maio). Como parte das comemorações e dentro da campanha do Outubro Rosa, o GSCBH sorteou 120 exames de mamografia para funcionárias, acima de 40 anos, que não possuem plano de saúde. A oferta dos exames não afetará o atendimento à população, já que as mamografias serão realizadas aos sábados (dias 19/10, 26/10 e 9/11).

A Santa Casa BH tem capacidade de realizar até 50 exames de mamografia diariamente. Entretanto, devido à baixa procura pelo exame nos postos de saúde, o hospital faz, atualmente, cerca de 30 exames por dia. As mulheres com idade a partir de 40 anos devem fazer o exame anualmente. Por meio dele, é possível detectar e diagnosticar precocemente o câncer de mama.

 

HOSPITAL MÁRCIO CUNHA

Com o objetivo de conscientizar as mulheres, seus companheiros, amigos e familiares a respeito da prevenção e do diagnóstico precoce da doença, aumentando as chances de cura e reduzindo a mortalidade, o Hospital Márcio Cunha aderiu, mais uma vez, ao Outubro Rosa.

Programação especial Hospital Márcio Cunha

Desde o dia 27 de setembro, foram realizadas atividades com as pacientes da Unidade de Oncologia do Hospital Márcio Cunha, as iniciativas se estenderão até o dia 31 de outubro. A programação inclui ações de solidariedade como mensagens de apoio e carinho a pacientes em tratamento do câncer de mama que serão colocadas em uma árvore e uma roda de conversa entre as psicólogas da unidade e pacientes em tratamento do câncer de mama.

Os colaboradores da Unidade de Oncologia também participarão da programação. Em uma atividade denominada ‘E se fosse Você’, eles serão convidados a desfrutarem de um momento de reflexão com o objetivo de sensibilizar a equipe por meio de uma experiência vivencial. “Realizaremos uma campanha repleta de ações de integração e acolhimento. A nossa intenção é promover momentos de diálogo entre as pacientes, a nossa equipe e os nossos colaboradores, unindo conhecimento e lazer. Essas mulheres merecem usufruir de atividades lúdicas que tornem essa etapa do tratamento um pouco mais leve”, afirma a gerente da Unidade de Oncologia do HMC, Ledvânia Chaves Ribeiro.

Durante todo o mês de outubro, na recepção da unidade, os pacientes foram recebidos por músicos instrumentistas. Fechando as ações em alusão ao Outubro Rosa, será promovido ainda, um dia da beleza dedicado as pacientes em tratamento.

HOSPITAL DA BALEIA

Ações com colaboradores

Nos dias 07 e 08 de outubro, foram distribuídos laços de cor rosa e alfinetes para colaboradores do Hospital da Baleia e feita uma decoração temática com informações relevantes nos refeitórios do hospital.

Ações para os pacientes – Ambulatório de Oncologia

Na terça-feira, (8), houveram oficinas de automaquiagem com o “Projeto De Bem Com Você!”. Já na quarta, (9), foram entregues bandanas personalizadas do Projeto 4º Ride do Batom.

Ação em parceria com o Shopping Cidade

No dia 29, a ação em parceria com o Shopping Cidade acontecerá, em uma das salas de cinema do Cineart, do Shopping Cidade. Terá palestra com a coordenadora da Mastologia do Hospital da Baleia, dra. Cláudia Márcia, oficina de automaquiagem e distribuição de brindes. Os lugares são limitados com retirada de ingresso pelo Sympla.

Ação com o 4º Ride do Batom: organizado pela empresa de eventos Bora Mundo

É um grupo de mulheres motociclistas que realizam dentre outros eventos, ações de conscientização e prevenção ao câncer de mama. O grupo reúne em torno de 800 a 1500 mulheres.

ASCOMCER

No primeiro dia de outubro, o Hospital da ASCOMCER apresentou a palestra “Em busca de qualidade de vida: juntos somos mais fortes”; contou com a apresentação de um musical (Aislan); venda de livros “Fases da Vida”, e sessão de autógrafos com a autora Denise Barros.

Durante o mês, a instituição realizou o 1° Simpósio de Humanização Hospitalar da ASCOMCER; diversas outras palestras, projetos e oficinas; distribuição de almofadas de coração do grupo AMORES; sessões de maquiagem; design de sobrancelha; esmaltação de unhas e massagem relaxante com professores e alunos do Curso Tecnológico de Estética e Cosmética da FACSUM. No dia 30, a programação será encerrada com uma ação do ASCOMÓVEL, com a realização de exames clínicos das mamas e encaminhamento para exame de mamografia às mulheres de 50 a 69 anos, em frente ao hospital.

HOSPITAL SANTA ROSÁLIA

No Hospital Santa Rosália, foram oferecidos exames de mamografia e preventivo para as funcionárias gratuitamente. Também instalaram refletores com luzes cor-de-rosa na fachada.

HOSPITAL IBIAPABA

 O Hospital Ibiapaba CEBAMS, de Barbacena, realizou na sexta-feira, dia 25, um curso online e gratuito de autoexame de mama. O curso falou sobre o câncer de mama, o tratamento, a prevenção, os cuidados e ensinará como fazer o autoexame.

O curso, que foi ministrado no site da instituição, fez parte da campanha de Outubro Rosa do Hospital. Segundo as estatísticas do Registro Hospitalar de Câncer do Hospital Ibiapaba CEBAMS (RHC), em 2018 foram registrados 82 novos casos da doença em pessoas da microrregião e que são atendidas na instituição (sendo 80 mulheres e dois homens).

HOSPITAL BOM JESUS

Outubro Rosa é um movimento internacional de conscientização para o controle do Câncer de Mama e também do Colo do Útero. Por isso, o Hospital Bom Jesus, levando em consideração a importância do diagnóstico precoce, disponibilizará para todas as colaboradoras o exame preventivo. No dia 10 de outubro, foi realizada uma ação social no centro de Congonhas. Já dia 11, ocorreu um diálogo aberto ao público com o Ginecologista Obstetra Dr. Tiago Capatti, no auditório da UPA de Congonhas.

   

HOSPITAL SÃO LOURENÇO

Durante o mês, o hospital ficou responsável em coletar produtos para o kit de beleza. Caixas coletoras estiveram em 20 pontos em São Lourenço, para serem doados as mulheres em tratamento de câncer de mama. Nos dias 7, 9 e 18 de outubro tiveram palestras com o tema “Outubro Rosa: Todos na luta contra o câncer de mama”. No sábado, 19, houve a Caminhada Rosa, que ocorreu a partir das 19h no centro de São Lourenço, mesa redonda e exposição de fotos. Já nos dias 22 e 23, foi realizada uma ação solidária e no dia 24, o abraço no hospital.

SANTA CASA DE MONTES CLAROS

Na noite do primeiro dia de outubro, a Santa Casa de Montes Claros, em parceria com as Clínicas Radialis e Oncocenter, deu início a programação do mês mais rosa do ano. Com o tema “Cuidar de si é um ato de amor”, as fachadas do hospital e das clínicas receberam iluminação cor de rosa para chamar a atenção da população sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce em relação ao câncer de mama.

No dia 10, foi realizado um workshop que contou com a participação de uma nutricionista e uma psico-oncologista. O público-alvo são as próprias pacientes oncológicas. Já no dia 17, aconteceu o Papo Rosa, que debateu assuntos relacionados sobre o câncer de mama na atualidade e temas de interesse ao universo feminino. Neste mesmo dia, foram apresentadas as madrinhas do Outubro Rosa Santa Casa 2019. A programação contou ainda com o Dia Rosa, que ocorreu no dia 25, d que proporcionou um dia de beleza e relaxamento para as pacientes. E para finalizar as atividades, no dia 31, terá uma palestra sobre a contribuição da genética para o câncer de mama.

INSTITUTO MÁRIO PENNA

Com o foco na prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama, o Instituto Mário Penna lançou sua campanha Outubro Rosa com o mote: “A Prevenção Protege Você”. No 1° dia de outubro, os tons de rosa tomaram conta da Instituição e o lançamento da campanha foi marcado pelo já tradicional desfile, no Hospital Luxemburgo, de pacientes de câncer de mama. Elas também serão as estrelas de um outro desfile, só que desta vez na rua. Na passarela, que será montada no bairro Barro Preto pela agência Fox e a Associação Comercial do Barro Preto, no evento Barro Preto Fashion Week, no dia 18 de outubro.

E para agregar ao time das nossas pacientes, a campanha do Instituto Mário Penna teve a participação das “Perennials”, grupo formado pelas comunicadoras e influenciadoras Cris Guerra, Daniella Zupo, Fernanda Ribeiro e Natália Dornellas. Em apoio à instituição e à causa do outubro rosa, elas fotografaram para a campanha de forma voluntária e, junto com as nossas pacientes, serão as estrelas da nossa campanha. Duas delas vivenciaram de perto a experiência do câncer de mama. A Cris Guerra, que perdeu a mãe vítima da doença, e a Daniella, que teve câncer de mama aos 42 anos.

Outra grande novidade do Outubro Rosa deste ano será o lançamento do “Entrelaçadas”, grupo de apoio e acolhimento às pacientes em tratamento e pós-tratamento do câncer de mama. Uma vez por mês, as mulheres se reunirão com os profissionais da Psicologia e da Humanização, com o apoio de clínicos da Mastologia e da equipe multidisciplinar. Os efeitos colaterais do tratamento do câncer de mama causam impacto físico, emocional e psicossocial às pacientes, mexendo com a autoestima em decorrência da quimioterapia, da radioterapia e da cirurgia na mama.

Durante todo o mês, também serão realizadas ações para promover a prevenção do câncer de mama que contarão com a participação de pacientes dando os seus depoimentos sobre o enfrentamento da doença e superação, além de mastologistas passando informações sobre prevenção e sintomas da doença. Estas ações serão realizadas em empresas parceiras da instituição.

Para contribuir com o diagnóstico precoce da doença, o Instituto também irá disponibilizar, em acordo com a Secretária Municipal de Saúde, 1.000 mamografias gratuitas para a população, sem a necessidade de passar pelo posto de saúde antes. Para poder realizar o exame, a solicitante deverá ter de 50 a 69 anos e não ter realizado o exame nos últimos dois anos. Estes critérios são determinados pelo Ministério da Saúde.

SANTA CASA DE POÇOS DE CALDAS

Nos dias 10 e 11 de outubro, alunos do curso de enfermagem do Pitágoras visitaram as Alas da Santa Casa, dentro das ações do Outubro Rosa. Eles se uniram e abordaram funcionários, pacientes e acompanhantes, chamando a atenção para a importância da prevenção ao câncer de mama.

As ações foram bem dinâmicas, houve uma grande adesão dos funcionários, que participaram de brincadeiras, interagiram, ganharam brindes, ao mesmo tempo que se conscientizavam de algo tão importante.

“Fizemos uma ação de dois dias para pegar os dois plantões, abordar o máximo de funcionários possível. Fazemos essa ação no intuito de conscientizar os funcionários, pacientes e acompanhantes que passam pela Santa Casa sobre a importância da prevenção ao câncer de mama e ao câncer de colo de útero, para lembrar às mulheres que esse é nosso mês, para nós cuidarmos da nossa saúde, passarmos a ter o hábito de se olhar, de se tocar, de procurar sempre o médico, o especialista, para fazer os exames periódicos, de rotina, as mamografias de rotina quando indicado, que é a partir dos 50 anos e os exames preventivos do colo do útero, para prevenir esse tipo de câncer”, explica a preceptora do Curso de Enfermagem da Faculdade Pitágoras, Priscila de Lima Nascimento.

Os funcionários participaram de brincadeiras, interagiram, ganharam brindes, ao mesmo tempo que se conscientizavam sobre o tema

Os alunos do curso de Enfermagem da faculdade Pitágoras em ação na Santa Casa de Poços de Caldas

HOSPITAL ARNALDO GAVAZZA

O Hospital Arnaldo Gavazza contou com sorteios de brindes para colaboradores nos dias 15 e 24 de outubro e palestras ministradas pela Dra. Fabiana Abritta, médica oncologista do HAG. Houve também café da manhã especial para pacientes da oncologia no dia 09 de outubro e “Manhã de beleza” com produtos cosméticos, além de enfeites por todo o hospital em alusão ao Outubro Rosa, durante todo o mês. O hospital realizou ainda palestras em empresas da cidade para orientar sobre a prevenção do câncer de mama.

HOSPITAL BOM SAMARITANO

Durante o mês de outubro, quem passou pelo Complexo de Saúde Bom Samaritano pôde conferir os mais de 10 painéis da exposição “A mulher e o câncer de mama no Brasil”. A mostra, idealizada pelo Instituto Nacional de Câncer (Inca), é realizada na região pelo Hospital Bom Samaritano (HBS) e o Núcleo de Especialistas em Oncologia (NEO). Retrata a importância das mamas, seus aspectos culturais, históricos e biológicos.

Dividida em duas partes, o começo da exposição retratou os seios como fonte das mais diversas feminilidades, como símbolo da vida por propiciar a amamentação; como motivo de inspiração e beleza, por ser retratado nas artes; e como ícone de ousadia e força, quando no fim da Segunda Guerra as mulheres começaram a usar o órgão para reivindicar direitos sobre o corpo e condições sociais e políticas.

A exposição usou de todos esses elementos que reforçam a força das mamas para mostrar que, como parte do corpo, elas também adoecem. Em sequência, é falado sobre o câncer de mama – uma das doenças que mais preocupa por ser a principal causa de mortalidade por câncer entre as mulheres, principalmente as brasileiras. Nos painéis é contada a origem da doença, seu diagnóstico, tratamento e a importância da prevenção.

SOBRE O CÂNCER DE MAMA

O câncer de mama é o tipo de câncer mais comum entre as mulheres em todo o mundo. É também responsável pelo maior número de óbitos entre elas. Só em 2018, foram diagnosticados mais de 2 milhões de novos casos em todo o mundo, sendo 627 mil óbitos pela doença. No Brasil, segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca), estão sendo estimados para este ano 59.700 novos casos, e somente em Minas Gerais, cerca de 5 mil novos casos.