Paulo de Tarso – Hospital de Transição é o vencedor do Prêmio CORE Federassantas 2020

A premiação foi integrada ao Encontro Federassantas, que contou com a participação de autoridades e lideranças da área da saúde

Com o projeto “O caminho para a sustentabilidade – Geração de valor pela segurança e qualidade assistencial” o Paulo de Tarso – Hospital de Transição venceu o Prêmio CORE Federassantas 2020. Para o superintendente da Rede Paulo de Tarso, Flávio Augusto de Oliveira, participar e ser uma das instituições finalistas já foi uma grande vitória e conquistar o prêmio é a consagração dos esforços de um grande time de colaboradores dedicados a alcançar a excelência.

Ele acredita que a complexidade da pandemia somada às dificuldades inerentes ao sistema de saúde, exige que os hospitais sejam inovadores e assertivos. “Ações de reconhecimento como o Prêmio CORE Federassantas nos motivam ainda mais a continuar trilhando esse caminho, pois apesar dos grandes desafios que temos, somos reconhecidos pelo nosso trabalho e resultados. Buscaremos nos superar para, nos próximos anos, por meio de novos projetos e ações de impacto social, continuar cumprindo nosso papel de entidade social e agregar valor ao sistema de saúde”, declarou.

O superintendente ainda constatou que “os números apresentados nos projetos que refletem a qualidade e segurança assistencial, não retratam a amplitude do impacto nas vidas de milhares de pacientes e familiares que tiveram uma experiência transformadora”.

Novo formato

Este ano, em função da pandemia do coronavírus, o Prêmio CORE 2020 e o Encontro Federassantas foram integrados em um único evento virtual, realizado na última sexta-feira (11) e transmitido pelo canal da Federassantas no YouTube. A programação contou com importantes discussões a cerca do enfrentamento da Covid-19 e tantos outros desafios do setor da saúde, apresentações dos projetos finalistas e a leveza e bom humor do comediante Carlos Nunes.

Pela manhã, autoridades e lideranças da saúde debateram sobre os cenários atuais e as visões para 2021 no painel conduzido pela presidente da Federassantas, Dra Kátia Rocha. Na ocasião, o Secretário de Atenção Especializada do Ministério da Saúde, Coronel Franco Duarte, declarou que a Pasta deu parecer positivo ao Projeto de Lei 5.273/2020, do senador Humberto Costa, que tramita no Senado e pede repasse extraordinário às Santas Casas e hospitais filantrópicos para enfrentar a Covid-19 e suas consequências em 2021.

Também participaram do painel o presidente da Confederação das Misericórdias do Brasil (CMB), Mirócles Veras, o presidente do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Minas Gerais (COSEMS-MG), Eduardo Silva e o promotor de justiça e representante da Coordenadoria Regional de Defesa da Saúde da Macro Oeste,  Marcus Lamas, além do depoimento do representante do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (CONSEMS), Mauro Junqueira.

Para tratar dos “Aprendizados da Covid-19 e os cenários futuros pós-pandemia”, o superintendente da Federassantas, Adelziso Vidal, conduziu as discussões que contaram com a participação do vice-presidente da Federassantas e diretor administrativo da Santa Casa de Passos, Daniel Porto e a vice-presidente da Federassantas e diretora administrativa do Hospital São Paulo de Muriaé, Rita Castro.

Premiação

Ao longo da tarde, foram apresentados os quatro finalistas, selecionados entre 52 projetos inscritos. A comissão julgadora foi composta pelo Deputado Estadual, Diego Andrade, o consultor e ex-secretário de Atenção Especializada do Ministério da Saúde, Francisco Figueiredo e a consultora do Grupo de Inovação em Saúde na Prefeitura de Belo Horizonte e membro do Conselho de Administração da capital, Jomara Alves. O público que assistiu ao evento contribuiu com a escolha do vencedor por meio de votação on-line, em tempo real.

O Hospital Nossa Senhora dos Anjos, de Itambacuri foi a única instituição de pequeno porte inscrita no Prêmio CORE, com o projeto “Reestruturação do hospital para referência em sintomáticos respiratórios” e por isso recebeu uma menção honrosa. Após as apresentações, Dra. Kátia Rocha definiu a premiação como um momento ímpar. “Mostramos para nossa sociedade que não obstante a tantas dificuldades financeiras pelas quais nós passamos, temos esses belíssimos trabalhos aqui apresentados pelos nossos colegas. Parabéns, vocês me enchem de orgulho”, afirmou.

O presidente do CORE Saúde, Dr. Helder Yankous, foi quem anunciou o Hospital Paulo de Tarso como vencedor do Prêmio CORE 2020. Emocionada, a presidente parabenizou a instituição e as demais participantes, e agradeceu a todos.

Assista ao Encontro Federassantas e Prêmio CORE 2020

Confira os quatro projetos finalistas:

– Hospital Evangélico – Eficácia e efetividade do uso de lâmpada germicida UVC para desinfecção de objetos e materiais hospitalares dispensados para pacientes confirmados ou com suspeita de covid-19;

– Hospital Paulo de Tarso – O caminho para a sustentabilidade: Geração de valor pela segurança e qualidade assistencial;

– Santa Casa de Itajubá – Humanização na unidade Covid para clientes, familiares e equipe multidisciplinar;

– Santa Casa de Montes Claros – O uso do painel Covid-19 para gestão à vista como ferramenta de melhoria da gestão de processos.

Por Camila Madeira – Assessoria de Comunicação Federassantas