Logo

Diabetes pode começar mais de 20 anos antes do diagnóstico, diz estudo

Pesquisadores analisaram índices de glicose, massa corporal e sensibilidade à insulina em adultos. Problemas foram detectados até 10 anos antes do diagnóstico de pré-diabetes.

Os primeiros sinais de diabetes tipo 2 podem ser identificados mais de 20 anos antes do diagnóstico, de acordo com uma nova pesquisa apresentada no Encontro Anual da Associação Européia para o Estudo do Diabetes (EASD) em Berlim, na Alemanha, de 1 a 5 de outubro.

O estudo japonês rastreou mais de 27.000 adultos não diabéticos (idade média 49 anos) entre 2005 e 2016 e descobriu que o aumento da glicose em jejum, maior índice de massa corporal (IMC) e sensibilidade à insulina foram detectados até 10 anos antes do diagnóstico de diabetes bem como pré-diabetes.

O estudo

Sagesaka e colegas avaliaram as trajetórias de glicemia de jejum, IMC e sensibilidade à insulina em indivíduos que desenvolveram diabetes e pré-diabetes separadamente. No início do estudo, 27.392 indivíduos não diabéticos tiveram glicemia de jejum e glicemia média (HbA1c) mensurados e foram acompanhados até o diagnóstico de diabetes tipo 2 ou pré-diabetes, o que ocorresse primeiro.

Durante o período do estudo, 1067 novos casos de diabetes tipo 2 foram identificados. Os resultados mostraram que, em média, vários fatores de risco foram mais comuns entre os indivíduos que desenvolveram diabetes tipo 2 em comparação com aqueles que não desenvolveram. Em particular, o IMC, a glicemia de jejum e a resistência à insulina aumentaram até 10 anos antes do diagnóstico, e essas diferenças aumentaram com o tempo.

Saiba mais em:https://g1.globo.com/bemestar/noticia/2018/10/05/diabetes-pode-comecar-mais-de-20-anos-antes-do-diagnostico-diz-estudo.ghtml

Fonte: G1