Logo

Exame pode identificar autismo em bebês com 3 meses de idade

O diagnóstico de autismo é desafiador, especialmente no início da vida. Um novo estudo publicado na revista “Scientific Reports” mostra que exames de eletroencefalograma (EEG), que medem a atividade elétrica cerebral, indicam com precisão ou descartam o transtorno do espectro do autismo (TEA) em crianças, mesmo aquelas que têm apenas três meses de idade.

— São exames baratos, não invasivos e relativamente fáceis de serem incorporados às sessões de check-up do bebê — diz Charles Nelson, diretor dos Laboratórios de Neurociência Cognitiva do Hospital Infantil de Boston e coautor do estudo. — Sua confiabilidade em indicar se uma criança desenvolverá autismo levanta a possibilidade de intervir no transtorno muito cedo, bem antes de surgirem sintomas comportamentais claros.

O estudo analisou dados de um projeto do hospital que procura identificar o risco de desenvolvimento de TEA e de dificuldades de linguagem e comunicação em crianças.